× Capa Textos Áudios Perfil Livro de Visitas Contato Links
Wilson Magalhães
Poesias e Músicas
Textos
MINHA TERRA (Homenagem Palmas de Monte Alto/BA)
Promessa de Pereirinha, Alferes do além mar
Uma fonte na montanha água pra se orgulhar
O vento assoviando pelas frestas da janela
Igrejinha ao pé do monte como tema de aquarela

Oh! Mãe de Deus e dos homens
Padroeira no altar
Estende seu manto nobre
Para nos abençoar

Os desfiles de setembro famosos na região
O povo vindo a cavalo, a pé, carro ou caminhão
Despertar de manhãzinha ouvindo na madrugada
Cânticos religiosos doces versos da alvorada

Oh! Mãe de Deus e dos homens
Padroeira no altar
Estende seu manto nobre
Para nos abençoar

Três Irmãos, Curral de Pedras, Bomfim, “Agrestim”, Coqueiros
A fé subindo a montanha nas visitas aos cruzeiros
Domingo de Pentecostes, me lembro desde menino
Todo mundo se arrumava para a festa do divino

Oh! Mãe de Deus e dos homens
Padroeira no altar
Estende seu manto nobre
Para nos abençoar

Nossa tradição vivida em festas bem animadas
Quadrilhas, ternos de Reis, argolinha e vaquejada
Na Igrejinha matriz a missa da Padroeira
Com o coração em festa o povo sobe a ladeira

Oh! Mãe de Deus e dos homens
Padroeira no altar
Estende seu manto nobre
Para nos abençoar
Wilson Magalhães
Enviado por Wilson Magalhães em 13/05/2022
Áudios Relacionados:
Comentários

RETRATO FALADO

 

Torço para um time, mas posso mudar

Depende pra onde o vento tocar

Casei muitas vezes, defendo o lar

Meu último filho pensei abortar

 

Meu sêmen é forte, sou macho espada

Juro que até hoje, não dei uma brochada

Nem sempre acontece a coisa esperada

Nasceu uma fêmea de uma fraquejada

 

Repito versículos como devoção

Mas quando discurso falo palavrão

Misturo interesses com religião

As coisas do céu com as coisas do chão

 

Minha ignorância, chamo de estilo

Neguei a vacina, não virei crocodilo

Escondo os gastos, as contas, os vacilos

Pra ninguém saber, cem anos de sigilo